Resistor - Componentes eletrônicos é na MakerHero
Resistor

Resistor

Tudo o que você necessita para iniciar suas montagens eletrônicas, seja para projetos educacionais ou profissionais, está ao seu alcance na MakerHero. Nosso catálogo de resistores oferece opções para diversas aplicações, tudo com preços acessíveis, garantia e nota fiscal. Aprofunde seus conhecimentos, desenvolvendo circuitos inovadores e funcionais, explorando a diversidade de resistores disponíveis em nossa loja.

Mostrando 1–20 de 157 resultados

O que é um resistor?

Um resistor é um componente elétrico que possui a função de limitar ou controlar a corrente elétrica que passa por um circuito. Ele é projetado para apresentar uma resistência específica ao fluxo de elétrons. A unidade de medida da resistência é o ohm (Ω).

Os resistores são comumente utilizados em eletrônica e circuitos elétricos para diversas finalidades, tais como ajustar o nível de corrente, dividir tensões, proteger componentes sensíveis, entre outros. Eles vêm em uma variedade de formas, tamanhos e valores de resistência, permitindo que sejam adaptados para diferentes aplicações.

Os resistores podem ser classificados de acordo com sua função e características elétricas, como resistores fixos (com um valor de resistência constante) e resistores variáveis (onde o valor pode ser ajustado manualmente). Além disso, há resistores que dissipam mais ou menos calor dependendo da potência que podem suportar.

 

Para que serve um resistor?

Os resistores têm várias funções em um circuito elétrico e desempenham um papel fundamental na eletrônica. Aqui estão algumas das principais finalidades e funções dos resistores:

  • Limitação de Corrente: Resistores são frequentemente usados para limitar a corrente que flui através de um circuito, protegendo componentes sensíveis.
  • Divisão de Tensão: Ao conectar resistores em série ou em paralelo, é possível criar divisores de tensão, permitindo obter frações específicas de uma tensão total em diferentes pontos do circuito.
  • Ajuste de Níveis de Sinal: Em muitos casos, resistores são usados para ajustar o nível de sinal em um circuito, controlando a amplitude da corrente ou da tensão.
  • Polarização de Transistores: Resistores são utilizados na polarização de transistores para garantir que esses dispositivos semicondutores operem corretamente.
  • Proteção de LEDs: Ao limitar a corrente que flui através de um LED, os resistores garantem o funcionamento seguro e duradouro dos diodos emissores de luz.
  • Filtragem e Atenuação de Sinal: Em circuitos de filtragem, resistores podem ser usados em conjunto com capacitores para criar redes de filtro que atenuam ou filtram certas frequências.
  • Carga para Amplificadores de Áudio: Resistores de carga são frequentemente usados em amplificadores de áudio para garantir a estabilidade do circuito e a adequação da impedância.
  • Dissipação de Potência: Resistores também podem ser projetados para dissipar calor. Esses resistores de potência são usados quando é necessário dissipar energia elétrica na forma de calor.

Essas são apenas algumas das muitas aplicações dos resistores em eletrônica. Sua versatilidade e capacidade de controlar a corrente elétrica tornam esses componentes essenciais em praticamente todos os tipos de circuitos elétricos e eletrônicos.

 

O que é a resistência elétrica?

A resistência elétrica é uma propriedade de um material que se opõe ao fluxo de corrente elétrica. Em termos mais simples, é a dificuldade que um material apresenta à passagem de elétrons. A unidade de medida da resistência elétrica é o ohm (Ω). A resistência elétrica (R) em um circuito é determinada pela Lei de Ohm, que é expressa pela equação:

R = V / I

onde:

  • R é a resistência elétrica em ohms (Ω),
  • V é a tensão elétrica em volts (V),
  • I é a corrente elétrica em amperes (A).

Essa equação indica que a resistência elétrica é a razão entre a tensão e a corrente em um circuito. Em muitos casos, a resistência elétrica é influenciada pelas características do material através do qual a corrente está passando. Materiais condutores, como metais, geralmente têm baixa resistência, enquanto materiais isolantes têm alta resistência.

Os resistores, como componentes eletrônicos, são dispositivos construídos especificamente para fornecer uma resistência elétrica conhecida em um circuito. Eles são projetados em várias formas e valores para atender às necessidades específicas de diferentes aplicações

 

Associação de resistores

A associação de resistores refere-se à maneira como os resistores são conectados em um circuito elétrico. Existem diferentes formas de associar resistores, cada uma com efeitos distintos na resistência total do circuito. As principais associações são em série e em paralelo.

Associação em Série: Na associação em série, os resistores são conectados em sequência, um após o outro. A resistência total (Rtotal) em um circuito de resistores em série é a soma das resistências individuais. A corrente que passa por cada resistor é a mesma, mas a tensão é dividida entre os resistores.

A fórmula para a resistência total em uma associação em série é:

Rtotal = R1 + R2 + R3 + … 

Associação em Paralelo: Na associação em paralelo, os resistores são conectados em pontos comuns, formando “caminhos paralelos” para a corrente. A resistência total em um circuito de resistores em paralelo é calculada de forma inversa à soma dos inversos das resistências individuais. A tensão é a mesma através de todos os resistores, mas a corrente é dividida.

A fórmula para a resistência total em uma associação em paralelo é:

1/Rtotal = 1/R1 + 1/R2 + 1/R3 + …

Combinação de Série e Paralelo: Em circuitos mais complexos, os resistores podem ser associados em série e em paralelo em diferentes configurações. Para resolver esses circuitos, é necessário aplicar as regras de associação em série e em paralelo de forma apropriada.

A escolha entre associação em série e em paralelo depende dos requisitos específicos do circuito e das propriedades desejadas. Esses conceitos são fundamentais para o projeto e análise de circuitos elétricos.

 

Tabela de resistores

A tabela de cores dos resistores é uma ferramenta utilizada na identificação e interpretação dos valores de resistência em resistores. Utilizando um código de cores, os fabricantes conseguem representar de maneira concisa e visual as características elétricas dos resistores. Este código é geralmente composto por faixas coloridas que codificam valores numéricos específicos.

 

Tabela de cor para Resistores

A primeira faixa, mais próxima de uma extremidade do resistor, representa o primeiro dígito do valor de resistência. A segunda faixa indica o segundo dígito, e a terceira faixa representa o fator multiplicador. Juntas, essas três faixas formam o valor de resistência em ohms.

A quarta faixa, se presente, representa a tolerância do resistor, indicando a variação aceitável em relação ao valor nominal. A tolerância é expressa em porcentagem, sendo crucial para determinar a precisão do resistor em relação ao seu valor declarado.

As cores utilizadas na tabela de resistores seguem um padrão específico, onde cada cor corresponde a um número, e a sequência das cores determina o valor final da resistência. Por exemplo:

Resistor de 1k ohm:

Código de cores: Marrom (Primeira Faixa) | Preto (Segunda Faixa) | Vermelho (Terceira Faixa)

Interpretação: 1 (Primeiro Dígito) | 0 (Segundo Dígito) | 100 (Fator de Multiplicação)

10 x 100 = 1k ohm

Resistor de 10k ohms:

Código de cores: Marrom (Primeira Faixa) | Preto (Segunda Faixa) | Laranja (Terceira Faixa)

Interpretação: 1 (Primeiro Dígito) | 0 (Segundo Dígito) | 1000 (Fator de Multiplicação)

10 x 1000 = 10k ohm

Resistor de 220 ohms:

Código de cores: Vermelho(Primeira Faixa) | Vermelho (Segunda Faixa) | Marrom (Terceira Faixa)

Interpretação: 2 (Primeiro Dígito) | 2 (Segundo Dígito) | 10 (Fator de Multiplicação)

22 x 10 = 220 ohm

 

Tipos de resistores

Existem diversos tipos de resistores, cada um com características específicas para atender a diferentes requisitos de aplicação. Aqui estão alguns dos tipos mais comuns de resistores:

Dentre os tipos comuns, os resistores de filme de carbono se destacam. Estes apresentam um filme de carbono sobre um substrato cerâmico, sendo amplamente utilizados em aplicações de baixa potência.

Outro tipo importante são os resistores de fio de níquel-cromo (NiCr), que oferecem maior precisão e estabilidade térmica. 

Os resistores de filme metálico, por sua vez, empregam um filme de metal, como níquel-cromo, proporcionando melhor estabilidade e precisão em comparação com os de carbono.

Os resistores de óxido metálico utilizam um filme de óxido metálico, como estanho-óxido de índio, garantindo alta estabilidade térmica, sendo ideais para aplicações de alta frequência. 

Os resistores de fio enrolado, construídos com um fio condutor em torno de um núcleo cerâmico, são destinados a aplicações de alta potência e resistência.

Resistores de potência são projetados para dissipar grandes quantidades de energia, possuindo uma construção robusta e alto valor de resistência. 

Já os resistores variáveis, também chamados de potenciômetros ou trimpots, possibilitam ajuste manual da resistência no circuito.

Além disso, existem resistores dependentes, como os fotoresistores ou LDRs, e os NTCs e PTCs, cujas resistências variam com a temperatura. 

Por fim, os resistores SMD (Surface Mount Device) são projetados para montagem em superfície em placas de circuito impresso, apresentando diferentes estilos, como chip, montagem superficial e eletrodos finos.

10% OFF