Placa de Desenvolvimento STM32 - MakerHero
Placas de Desenvolvimento

Placa de Desenvolvimento STM32

REF: 1AC06

A Placa de Desenvolvimento STM32 F103C8T6 destaca-se pela presença do microcontrolador STM32, oferecendo um poder de processamento significativo. Equipada com o processador ARM Cortex-M3 e operando a uma frequência de até 72 MHz, é uma plataforma poderosa em um formato compacto. 

Principais características:

  • Arquitetura ARM Cortex-M3
  • Velocidade do clock de até 72 MHz
  • Variedade de pinos de entrada e saída
  • Interfaces de comunicação versáteis

Comprando com a MakerHero você tem garantia e suporte técnico especializado.

    Disponibilidade:

    Em estoque

    R$26,90 1X DE R$26,90 sem juros R$25,55 no PIX

    Em estoque

    FRETE E PRAZO

    Placa de Desenvolvimento STM32 | Potência e versatilidade

    A placa de desenvolvimento STM32 apresenta uma arquitetura ARM Cortex-M3, oferecendo um ambiente de processamento poderoso e eficiente. Com uma velocidade de clock de até 72 MHz, garante operações rápidas e responsivas para uma variedade de aplicações embarcadas. 

    Sua variedade de 37 pinos de entrada e saída proporciona flexibilidade para conectar e controlar uma ampla gama de dispositivos externos, enquanto suas interfaces de comunicação versáteis, como SPI, I2C, USART e USB, facilitam a integração com outros componentes do sistema. 

    Com todas essas características, a STM32 é uma escolha ideal para projetos que exigem alto desempenho, flexibilidade e conectividade em sistemas embarcados.

    Arquitetura ARM Cortex-M3

    A placa de desenvolvimento STM32 destaca-se pela sua arquitetura avançada ARM Cortex-M3, proporcionando um ambiente de processamento poderoso e eficiente. Com essa arquitetura, os desenvolvedores podem contar com alto desempenho e baixo consumo de energia, ideal para uma ampla gama de aplicações embarcadas.

    Velocidade do clock de até 72 MHz

    Com uma velocidade de clock de até 72 MHz, a placa STM32 oferece operações rápidas e responsivas. Isso permite o processamento eficiente de dados em tempo real e a execução de tarefas complexas com rapidez, atendendo às demandas de projetos exigentes.

    Variedade de pinos de entrada e saída

    Com uma variedade de 37 pinos de entrada e saída, a placa STM32 oferece flexibilidade para conectar e controlar uma ampla gama de dispositivos externos. Essa variedade de pinos permite aos desenvolvedores criar projetos complexos com múltiplas interfaces e periféricos.

    Interfaces de comunicação versáteis

    A STM32 oferece suporte a diversas interfaces de comunicação, como SPI, I2C, USART e USB. Essas interfaces versáteis facilitam a integração da placa com uma variedade de dispositivos externos, permitindo a troca eficiente de dados e a comunicação com outros componentes do sistema. 

    Aplicações da Placa de Desenvolvimento STM32

    A placa de desenvolvimento STM32 é amplamente utilizada em uma variedade de aplicações devido à sua versatilidade e potência. Desde projetos de hobby até aplicações industriais, ela oferece uma plataforma robusta para o desenvolvimento de sistemas embarcados. 

    Suas características incluem uma ampla variedade de pinos de entrada e saída, suporte a várias interfaces de comunicação e uma arquitetura de 32 bits de alta performance. 

    Isso a torna ideal para projetos que exigem controle preciso, processamento de dados em tempo real e conectividade com outros dispositivos. 

    As aplicações comuns incluem automação residencial, dispositivos IoT (Internet das Coisas), controle de motores, sistemas de medição e monitoramento, entre outros. Sua compatibilidade com diferentes IDEs também facilita o desenvolvimento e a prototipagem de projetos.

    Especificações da Placa de Desenvolvimento STM32

    • Microcontrolador: compatível com STM32F103C8T6
    • Arquitetura: ARM Cortex-M3
    • Velocidade do Clock: até 72 MHz
    • Pinos I/O: 37
    • Portas Analógicas: 10
    • Tensão de Operação: 2,7 – 3,6 V
    • Tensão de Alimentação: 5 V 
    • Corrente Máxima Pinos I/O: 25 mA
    • Memória Flash: 64 KB
    • SRAM: 20 KB
    • Interfaces de Comunicação: SPI, I2C, USART, USB
    • ADC integrado: 12 bits, até 16 canais
    • Conexão micro USB
    • Dimensões: 53 mm x 22,5 mm  x 11 mm

    Documentação da a Placa de Desenvolvimento STM32

    Acompanha

    • 01 – Placa de Desenvolvimento para STM32 F103C8T6
    • 01 – Barra de 40 pinos

    Programando a Placa de Desenvolvimento STM32

    As placas de desenvolvimento STM32, conhecidas por sua versatilidade e poder de processamento, utilizam uma linguagem de programação própria baseada principalmente em C/C++. 

    Para começar a programar uma placa STM32, você precisará de uma IDE apropriada, como o STM32CubeIDE, que oferece um ambiente integrado para desenvolvimento, compilação e depuração de código para as placas STM32. A STM32 Cube IDE pode ser baixada gratuitamente no site oficial da STMicroelectronics. 

    Uma segunda opção é utilizar o STM32CubeProgrammer, uma ferramenta poderosa para programar e configurar dispositivos STM32. Ele oferece uma interface gráfica de usuário (GUI) intuitiva que permite programar, verificar, configurar e atualizar dispositivos STM32 de forma fácil e eficiente. O Cube Programmer suporta uma variedade de opções de programação, incluindo programação via USB, UART, I2C, SPI, CAN e muito mais. 

    Para dar os primeiros passos com a STM32, acesse os tutoriais abaixo:

    Pinout da Placa de Desenvolvimento STM32

    A Placa de Desenvolvimento STM32 F103C8T6 oferece uma ampla gama de recursos para projetos embarcados avançados. Com 37 pinos de entrada/saída digital, incluindo múltiplas opções de PWM e interfaces de comunicação como I2C e SPI. Além disso, conta com 10 pinos de entrada analógica, proporcionando flexibilidade para aquisição de dados. Com um oscilador de 72 MHz e uma interface USB, é ideal para projetos que exigem alto desempenho e comunicação rápida. 

    Consulte o datasheet da STM32 F103C8T6 para obter informações detalhadas sobre suas características e funcionalidades.

    Alimentação da Placa de Desenvolvimento STM32

    A BluePill STM32 pode ser alimentada de duas maneiras principais: através da porta USB ou por uma fonte de alimentação externa. As placas STM32 possuem um conector USB que pode ser conectado diretamente a um computador ou a um carregador USB. Além da alimentação via USB, as placas STM32 também podem ser alimentadas por uma fonte de alimentação externa. Essa fonte de alimentação externa pode fornecer uma tensão dentro da faixa de operação especificada para a placa 

    Os pinos de alimentação são os seguintes:

    • 3V3: Este pino fornece uma saída de alimentação regulada de 3,3 volts. É usado para alimentar componentes que requerem uma tensão de 3,3V, como sensores, periféricos e outros dispositivos externos à placa.
    • 5V: O pino 5V é uma entrada para a fonte de alimentação de 5 volts da placa. Pode ser usado para fornecer alimentação à placa através de uma fonte externa de 5 volts, como uma bateria ou fonte de alimentação.
    • VBAT: O pino VBAT é usado para fornecer alimentação de backup à RTC (Real-Time Clock) e a outros circuitos que precisam de energia mesmo quando a placa está desligada. Geralmente é conectado a uma bateria de backup para manter o relógio em tempo real e outras configurações de memória quando a energia principal é desligada.
    • GND: Os pinos GND são as conexões de terra da placa. Eles são conectados ao terra do sistema para fornecer um retorno para a corrente e garantir uma referência comum de potencial elétrico em todo o circuito.

    Entradas e Saídas da Placa de Desenvolvimento STM32

    Cada um dos 37 pinos disponíveis na STM32 Blue Pill pode ser configurado como entrada ou saída, oferecendo flexibilidade para uma ampla gama de aplicações. Alguns pinos têm funções especializadas, incluindo:

    • Serial: Os pinos PA9 (TX) e PA10 (RX) são usados para comunicação serial USART1. Eles podem ser configurados para transmitir (TX) e receber (RX) dados seriais.
    • I2C: Os pinos PB6 (I2C1_SCL) e PB7 (I2C1_SDA) fornecem suporte para comunicação I2C (Inter-Integrated Circuit) usando a biblioteca Wire.
    • SPI: Os pinos PA4 (SPI1_NSS), PA5 (SPI1_SCK), PA6 (SPI1_MISO) e PA7 (SPI1_MOSI) permitem a comunicação SPI (Serial Peripheral Interface).
    • PWM: Vários pinos podem ser configurados para gerar sinais PWM (Pulse Width Modulation), incluindo PA0, PA1, PA2, PA3, PA6, PA7, PB0, PB1, PB8, PB9, e outros, dependendo do timer selecionado.
    • ADC: Os pinos PA0 a PA7 e PB0 a PB1 podem ser usados como entradas analógicas para converter sinais analógicos em digitais usando o conversor analógico-digital (ADC).

    Confira o vídeo e conheça mais sobre a STM32!

    SKU: 1AC06 Categoria:

    Quem comprou, comprou também