Placa Leonardo R3 + Cabo USB para Arduino - MakerHero
Arduino, Placas

Placa Leonardo R3 + Cabo USB para Arduino

REF: 1AC10

Arduino Leonardo R3 Compatível é uma placa baseada no microcontrolador ATmega32u4. Possui 20 entradas/saídas digitais (das quais 7 podem ser usadas como saídas PWM e 12 como entradas analógicas).

Ele se diferencia de outras placas Arduino por incluir comunicação USB embutida –  ainda mais recursos para inventar.


Comprando com a MakerHero você tem garantia e suporte técnico especializado.

 

    Disponibilidade:

    Em estoque

    R$83,90 1X DE R$83,90 sem juros R$79,70 no PIX

    Em estoque

    FRETE E PRAZO

    Placa Arduino Leonardo R3

    Placa Leonardo R3 | Ainda mais recursos para criar

    O Arduino Leonardo R3 Compatível é uma placa baseada no microcontrolador ATmega32u4. Possui 20 entradas e saídas digitais (das quais 7 podem ser usadas como saídas PWM e 12 como entradas analógicas), um cristal oscilador de 16 MHz, uma conexão micro USB, uma entrada para fonte, soquetes para ICSP, e um botão de reset.

    A placa Leonardo oferece ainda mais recursos para criar seus projetos: ele se diferencia de outras placas Arduino por incluir comunicação USB 2.0 embutida. Com isso, dispensa a necessidade de um segundo processador. O Arduino Leonardo compatível se comunica diretamente com o PC via USB, permitindo que a placa se comporte como um mouse ou teclado com auxílio de bibliotecas.

    Especificações do Arduino Leonardo R3 Compatível

    • Microcontrolador: ATmega32u4
    • Velocidade do Clock: 16 MHz
    • Pinos I/O Digitais: 20 (7 podem ser usadas como PWM)
    • Portas Analógicas: 12
    • Tensão de Operação: 5 V
    • Tensão de Alimentação: 7-12 V
    • Corrente Máxima Pinos I/O: 40mA
    • Memória Flash: 32 KB (dos quais 4 KB são usados pelo Bootloader)
    • SRAM: 2,5 KB
    • EEPROM: 1 KB
    • Dimensões: 68,6 x 53,3 mm

    Documentação do Arduino Leonardo R3

    Acompanha

    • 01 – Placa Leonardo R3
    • 01 – Micro Cabo USB

    Programando a Placa Leonardo R3

    Utiliza uma linguagem de programação própria que foi desenvolvida baseada nas linguagens C/C++. Além disso, você vai precisar da IDE (Integrated Development Environment) para escrever, compilar e transmitir o código para as placas Arduino. A IDE pode ser baixada diretamente no site da fundação: faça o download da IDE gratuitamente. Apesar de parecer difícil, você não precisa ter um conhecimento avançado em programação ou linguagem C para programar a sua placa.

    O microcontrolador ATmega32U4 da placa Leonardo R3 vem pré-programado com um bootloader que permite fazer upload de novos códigos sem uso de hardware externo. 

    Se você ainda não teve experiência com programação do Arduino, confira o conteúdo exclusivo sobre os primeiros passos com Arduino e veja como é fácil se tornar um maker da eletrônica. Além disso, você pode encontrar em nosso Blog muitos projetos para começar a colocar a mão na massa.

    Pinout da placa Leonardo R3

    Possui 20 pinos de entrada/saída digital (dos quais 7 podem ser usados ​​como saídas PWM e 12 como entradas analógicas) Além disso, o Arduino Micro possui um botão de reset, cristal oscilador de 16 MHz, cabeçalho ICSP e uma porta micro-USB.

    A Placa Leonardo R3 vendida pela MakerHero possui projeto e funcionamento idêntico ao Arduino Original: ou seja, possui a mesma estrutura e componentes. Entenda mais sobre o arduino open-hardware.

    Pinout Arduino Leonardo R3
    Pinout Arduino Leonardo R3

    Alimentação do Arduino Leonardo R3

    Depois de programado, a placa Leonardo R3 pode ser alimentado através da conexão USB ou por meio de uma fonte de alimentação externa. A alimentação externa pode ser feita por meio de uma fonte externa DC chaveada de 9 V com plug P4. Os polos da bateria podem ser conectados aos pinos GNDe VIN através do header. Os pinos de alimentação são:

    • VIN: para fonte de alimentação externa alternativa ao conector USB.
    • 5V: fonte de alimentação regulada gerada pelo regulador embarcado (via VIN), conexão USB ou outra fonte regulada em 5 V.
    • 3V3: fonte de 3,3 V gerada pelo regulador embarcado que suporta no máximo 50 mA
    • GND: pinos terra.
    • IOREF: A tensãona qual os pinos I/O da placa estão operando (VCC da placa). Esta tensão de operaçãoé de 5 V no Leonardo.

    Entradas e Saídas do Arduino Leonardo R3

    Seus 20 pinos de entrada e saída digital operam em 5 V e podem ser usados como entrada ou saída por meio das funções pinMode(), digitalWrite() e digitalRead(). Cada pino pode fornecer ou receber um máximo de 40 mA. Eles  possuem um resistor de pull-up interno (desconectado por padrão) de 20 a 50 . Além disso, alguns pinos possuem funções especializadas:

    • Serial: D0 (RX) e D1 (TX). Usado para receber (RX) e transmitir (TX) dados seriais TTL usando o recurso serial de hardware ATmega32U4. No Leonardo, a classe Serial se refere à comunicação USB (CDC); para serial TTL nos pinos 0 e 1, use a classe Serial1.
    • I2C: D2 (SDA) e D3 (SCL). Suporte a comunicação I2Cusando a biblioteca Wire.
    • Interruptores externos: D3 (interruptor 0), D2 (interruptor 1), D0 (interruptor 2), D1 (interruptor 3) e D7 (interruptor 4). Esses pinos podem ser configurados para acionar uma interrupção em um valor baixo, uma borda ascendente ou descendente ou uma alteração no valor. Consulte a função attachInterrupt() para obter detalhes.
    • PWM: D3, D5, D6, D9, D10, D11 e D13. Forneça saída PWM de 8 bits com a função analogWrite().
    • SPI: no header ICSP. Estes pinos suportam comunicação SPI usando a biblioteca SPI. Observe que os pinos SPI não estão conectados a nenhum dos pinos de E/S digital. Diferente do Arduino Uno, no Leonardo eles estão disponíveis apenas no conector ICSP. Isso significa que se você tiver uma blindagem que usa SPI, mas NÃO possui um conector ICSP de 6 pinos que se conecta ao conector ICSP de 6 pinos do Leonardo, a blindagem não funcionará.
    • LED: D13. Há um LED integrado ao pino digital 13. Quando este pino está no valor HIGH este LED está aceso, quando o pino está em LOW o LED está apagado.

    O Leonardo possui 12 entradas analógicas, rotuladas de A0 a A11. Todas também podem ser usadas como entrada/saída digital. Os pinos A0-A5 aparecem nos mesmos locais do Uno; as entradas A6-A11 estão nos pinos de E/S digitais D4, D6, D8, D9, D10 e D12, respectivamente. Cada entrada analógica fornece 10 bits de resolução (ou seja, 1024 valores diferentes). Por padrão, as entradas analógicas medem de 0 a 5 V, embora seja possível alterar o limite superior usando o pino AREF e a função analogReference().

    Existem alguns outros pinos na placa:

    • AREF. Tensão de referência para as entradas analógicas. Usado com analogReference().
    • Reset. Envie o valor LOW para esta linha para resetar o microcontrolador. Tipicamente usado para adicionar um botão de reset para shields montados sobre a placa original.

    Confira o vídeo e conheça mais sobre o Arduino!

    Conheça um pouco mais sobre a plataforma de prototipagem eletrônica open-hardware mais utilizada pela comunidade maker. Ela possui seu próprio ambiente de desenvolvimento open-software baseado na linguagem C, com programação bastante intuitiva para iniciantes. 

    SKU: 1AC10 Categorias: ,
    R$233,80 para 2 iten(s)

    Você também pode gostar de…